Uma lição de vida


                                                     Capitulo Sete

Eloá acordou cedo naquela manhã,  não estava se sentindo muito bem, estava sentindo muito enjoou, a cabeça doía também, mas tinha que levantar precisava trabalhar, amanhã seria sua folga e então poderia descansar, mas agora precisava levantar. Tomou um banho bem relaxante, trocou de roupa, tomou um copo de suco e comeu uma fatia de pão com queijo, não podia ficar sem comer, mesmo que não sentisse fome precisava comer pelo bem do seu bebe.
  O telefone tocou, era sua mãe:
-- Oi mãe
-- Oi minha filha tudo bem com você?
-- Tudo bem sim mãe, e você o papai e a nina?
-- Eles estão bem, a nina sente muito sua falta, assim como eu e o seu pai, ele é orgulhoso sim, mas sei que também sente sua falta.
-- AH mãe eu também to sentindo muita falta de todos vocês, mas pode ficar tranquila, que eu estou muito bem.
-- Que bom, fico feliz em ouvir isso, filha eu liguei por que gostaria muito que você almoçasse comigo e com sua irmã amanhã, você aceita? Sei que estará de folga amanhã.
-- Vou estar de folga amanhã sim mãe – disse sorrindo-  amanhã de tenho uns exames pra fazer mais mas na hora do almoço eu vou estar livre.
-- Exames que exames? Você disse estava bem?
-- Mas eu estou bem mãe, os exames são só de rotina, relaxa, agora eu tenho que ir trabalhar  se não vou chegar atrasada.
-- Ta bom então amanhã agente conversa direito. Beijos filha, bom trabalho
-- Obrigada mãe beijos.
Eloá terminou de tomar café, pegou a bolsa e saiu para o restaurante, assim que cruzou o portão do prédio ela esbarrou de frente com o Bernardo:
-- Eloá, que surpresa ti encontrar , e mas surpreso ainda de ti encontrar saindo desse prédio, veio relembrar os velhos tempos?
-- Não ti interessa o que vim fazer aqui, eu é que estou surpresa de ainda ti ver aqui, você não ia viajar? Perguntou sem demonstrar nenhuma emoção.
-- Bom!! Eu vou viajar amanhã, alias vim pegar minha namorada que mora aqui nesse prédio, vamos aproveitar nosso ultimo dia aqui no Brasil.
-- Namorada?  Sua namorada mora aqui?
-- Mora porque ta com ciúmes? Sinto muito mas você teve sua chance e desperdiçou, agora não precisa vim com ciúmes
-- Pelo amor de Deus, quem disse que eu estou com ciúmes, e não to nem ai pra você ou pra sua namorada, pra mim agora você não significa nada, e me dar licença porque tenho mas o que fazer – disse dando risada- ah Bernardo? Tenha uma ótima viajem, Adeus-  Saiu deixando-o  com cara de surpresa, agora estava de alma lavada, tinha até se esquecido do enjoou.
Chegou ao restaurante, com um sorriso em cada canto da orelha, Até a Raissa sua colega de trabalho notou:
-- Nossa, posso saber o motivo do sorriso?
-- Ah é que hoje acordei de bem com a vida, sabe quando você sente que um peso saiu das suas costas? Da um alivio enorme não da?
-- Ah sei bem como você se sente, é muito mesmo.
-- É maravilhoso, e só de pensar que amanhã vou vê meu bebe, ai é a felicidade aumenta mesmo – as duas caíram na risada.
-- Bom vamos começar a trabalhar, daqui o telefone começa a tocar.
Como previsto, o telefone começou a tocar cedo, e não deu trégua,  seria mais um dia de restaurante  lotado, mas gostava de toda aquela agitação, o dia foi igual aos outros, e o tempo passou muito rápido também, quando viu já estava na hora de ir pra casa, só agora se sentia cansada,  um bom banho e uma boa noite sono ia ajuda-la  descansar e relaxar para o próximo dia, ahh estava super ansiosa!!
 
  

 Eai meninas estão gostando? os próximos capítulos 8 9 e 10 vou postar de uma vez então aguarrrrrrrdem!! vem surpresas por ai!!! beijocassssssssss PS: Se vcs estão gostando da história e do meu blog, me sigam. agora vou ver a novela, kkk, beijoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooossssssssssssssssssssssss.
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada por comentar, seu comentário sera publicado assim que for aprovado. Bjss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...