Menstruação na gravidez

A menstruação na gravidez não pode acontecer, uma vez que, durante a gestação a mulher não ovula e, por isso, não apresenta novo período fértil. No entanto, é possível que surja um pequeno sangramento semelhante à menstruação que indica que houve concepção e que, geralmente, dura entre 1 a 2 dias, desaparecendo espontaneamente.
                          (Google Imagens)
Porém, outros sangramentos, parecidos com a menstruação, também podem acontecer durante a gravidez, podendo ser sinal de problemas graves como gravidez ectópica ou infecções do sistema reprodutor, por exemplo. Por isso, é muito importante que a grávida informe o seu obstetra de qualquer sangramento que dure mais de 2 dias ou que seja constituído por sangue vivo.
Além disso, durante a gravidez há uma tendência maior para a mulher desenvolver infecções urinárias que podem evoluir para uma cistite e provocar o surgimento de sangue na urina. Porém, este sangramento, que deixa a urina cor de rosa, não está relacionado com a gravidez e, por isso, normalmente, não apresenta risco para a gestação. No entanto, o obstetra deve ser consultado imediatamente para fazer o diagnóstico, despistar outra complicação e indicar o tratamento adequado.

Sangramento na gravidez

O sangramento na gravidez é mais frequente no primeiro trimestre de gestação, no entanto, também pode em qualquer outra altura da gravidez devido a complicações graves que devem ser avaliadas o mais rapidamente possível.

Sangramento na gravidez no primeiro trimestre

O sangramento no primeiro trimestre da gravidez é comum nos primeiros 15 dias após a concepção e, neste caso, o sangramento é rosado, dura cerca de 2 dias e provoca cólicas iguais às da menstruação. Assim, uma mulher que esteja grávida de 2 semanas, mas que ainda não fez o teste de gravidez, pode achar que está menstruando e, por isso, é frequente que a mulher continue sem saber que está grávida e mantenha o uso do anticoncepcional.
Porém, o uso de anticoncepcional na gravidez é contraindicado. Saiba porquê emAnticoncepcional e gravidez.
Durante os primeiros 3 meses de gravidez a mulher também pode apresentar um corrimento de cor escura, tipo borra de café, mas que, como não está relacionada com o ciclo menstrual, pode aparecer em qualquer dia. Neste caso, por poder se tratar de um descolamento da placenta que pode levar a aborto, a mulher deve ficar de repouso e informar imediatamente o seu obstetra.
Durante estas primeiras 12 semanas existe um maior risco de aborto ou gravidez ectópica e, por isso, sempre que a mulher apresentar sangramento vermelho vivo com coágulos e fortes dores abdominais deve ir imediatamente ao pronto-socorro.

Sangramento na gravidez no segundo trimestre

O sangramento no segundo trimestre da gravidez é raro e, quando acontece, geralmente, é um sinal de aborto espontâneo, sendo recomendado que a grávida vá o mais rápido possível ao hospital ou pronto-socorro.

Sangramento na gravidez no terceiro trimestre

O sangramento no terceiro trimestre da gravidez pode ser provocado por um problema grave, como placenta prévia ou descolamento prévio da placenta e, por isso, a grávida deve ir imediatamente ao pronto-socorro.
Além disso, algumas mulheres também podem apresentar sangramento no final da gravidez devido ao trabalho de parto e rompimento das membranas, que, normalmente, é acompanhado por contrações irregulares que indicam que o bebê irá nascer em breve.
Nestes últimos 3 meses, é ainda frequente que a mulher apresente sangramento após o contato íntimo, uma vez que o canal de parto se torna mais sensível, sangrando com facilidade. Neste caso a mulher só deve ir ao hospital se o sangramento continuar por mais de 1 hora.
Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada por comentar, seu comentário sera publicado assim que for aprovado. Bjss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...