Sangramento nas primeiras semana de gravidez: é grave?

As manchas de sangue podem ser de diferentes origens. Procure um médico, mas fique calma pois, algumas vezes, o sintoma não significa um risco para o bebê.

Resultado de imagem para gravidez

Não importa a fase da gestação, basta aparecer um ponto de sangue na calcinha para a futura mãe perder o sono. Preocupação bem-vinda. É urgente mesmo consultar um obstetra diante das complicações que esse sintoma pode sugerir. Mas nem todo sangramento é motivo de desespero. Em algumas situações, o sangue é até normal e não representa risco para a gestação e o bebê, como explica o ginecologista e obstetra Alexandre Pupo, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo.
“No primeiro mês, por exemplo, é normal ter um sangramento leve, comumente confundido com a menstruação pela data em que acontece. Mas isso é apenas a implantação do embrião. Quando ele cola na parede do útero, pode romper algum vaso sanguíneo”, explica Pupo.
Confira abaixo os possíveis motivos de sangramento nas diversas fases da gravidez e saiba quando eles denunciam um problema mais ou menos grave. “Em todos os casos, qualquer sangramento deve ser imediatamente avaliado pelo médico”, enfatiza o ginecologista.

Primeiro mês

Cerca de quatro semanas após a fecundação, ocorre a implantação do embrião na parede do útero. O movimento pode causar rompimento de vasos sanguíneos, gerando um discreto sangramento por cerca de dois ou três dias. “É aquele caso confundido com a menstruação. Mas o fluxo não é intenso. Surgem apenas traços de sangue na calcinha. Nada abundante”, diz Pupo.
FONTE: Bebe abril


Comentários
0 Comentários

0 comentários :

Postar um comentário

Obrigada por comentar, seu comentário sera publicado assim que for aprovado. Bjss

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...